24 de set de 2007

P.O.D. [Bio]







História:

O P.O.D., banda de San Diego, foi formada em 1992. A principal característica é serem cristãos, logo abordam muito o tema do Evangelho, principalmente nos primeiros CDs.

A banda mistura muitos elementos em sua música tal como hardcore, hip-hop, reggae e a batida pesada do metal. Seu primeiro disco, Snuff The Punk, tinha um tanto de thrash. Mas quanto ao estilo a banda é um pouco difícil de se rotular, sendo chamado por alguns light metal, muito variante, que tem como características o peso do som hardcore aliado aos toques alternativos que são facultativos em muitas bandas, como o rapcore, certas bandas que possuem DJs, como é o caso do industrial, uma tendência que alia a música eletrônica ao rock. Apesar de suas peculiares influências musicais latinas, pode se afirmar que o som da banda tem a mesma lineariedade em relação a bandas de new metal.

Desde sua fundação, a banda foi conquistando espaço no cenário das bandas estadunidenses e hoje já é conhecida internacionalmente. Já tocaram em festivais grandes com bandas como Slipknot, Korn, Papa Roach e Linkin Park. Participaram do famoso Ozzfest em 2002, grande festival de rock "promovido" por Ozzy Osbourne, que na época contou com também com o próprio Ozzy, Rob Zombie e System of a Down, entre outros. Participaram de trilhas sonoras de filmes como "Little Nicky, Um Diabo Diferente", de Adam Sandler, com a composição "School Of Hard Knocks", "Um Domingo Qualquer" com "Whatever It Takes", "The Scorpion King" com "Set It Off" e "The Matrix Reloaded", com "Sleeping Awake".

Na trilha de The Matrix Reloaded a banda foi convidada a realizá-lo no início de 2003, e foi nesse momento que houve uma mudança em sua formação: o guitarrista Marcos Curiel iniciou um projeto paralelo, Accident Experiment, banda composta pelo ex-vocalista da extinta e também cristã, Grammatrain que fazia um som grunge. Marcos afirmou que estava cansado de tocar com um compromisso nas letras, no caso a ideologia do evangelho cristão, algo que vem soando como "rebeldia" em sua nova banda, e ele havia proposto à banda modificar suas letras dali em diante, deixar de lado nas canções as suas idéias e conceitos e partir pra "um outro segmento de mercado". Apesar disso os demais integrantes da banda não acataram a idéia[carece de fontes?]. Marcos decidiu abandonar a banda alegando que sua crença em Deus era diferente dos outros integrantes da banda, mas não deu detalhes desta "diferença" de doutrina.

Cerca de uma semana depois, foi anunciado o substituto: Sonny, Wuv e Traa não hesitaram em chamar Jason Truby, ex-guitarrista e fundador da também cristã, Living Sacrifice, banda thrash/metalcore; Jason era muito amigo dos integrantes. Certa vez realizaram uma turnê com o Living Sacrifice e o carro quebrou em Little Rock, Jason e sua esposa os acolheram em casa por uma semana. Nessa situação que tiveram oportunidade de conhecerem melhor o Jason, ele e Marcos ficaram tocando guitarra de brincadeira. Naquela época Truby estava firme com o Living Sacrifice, mas confessava que tinha vontade de tocar outro estilo metal em relação ao que o Living Sacrifice era. Após a entrada do novo membro a banda gravou Payable On Death em 2003, e Testify em 2006.

No fim de 2006, após a banda ter deixado o selo Atlantis que acompanhou o grupo por anos, Jason Truby deixou o P.O.D. Suponha-se que tenha sido para que pudesse se dedicar mais a sua família. No mesmo dia da saída de Jason, Marcos Curiel pediu para voltar a tocar com a banda e foi aceito por todos.

O retorno de Marcos Curiel ao P.O.D. veio acompanhado do anúncio de contrato da banda com uma nova gravadora e distribuidora, INO e Columbia Records.

Álbuns


Singles

de The Fundamental Elements Of Southtown
de The Little Nicky Soundtrack
de Satellite
de A Man Apart Soundtrack (2003)
de The Matrix Reloaded Soundtrack
de Payable On Death
de Testify
de Greatest Hits: The Atlantic Years

DVD


Videoclipes

A banda ser prepara agora pra lançar o novo cd "When Angels And Serpents Dance".

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/P.O.D.

0 comentários:

0 comentários: